O Bem Do Mal

 

 

Quando a saudade vier

Morar dentro do teu peito

Então é que vais saber

Todo o mal que me tens feito

 

Trazes tanta sedução

Quando vens para me ver

Mas hás-de ter coração

Quando a saudade vier

 

Se eu não vejo mais ninguém

Que me encante desse jeito

Não vás deixar outro bem

Morar dentro do teu peito

 

Há tanta mulher no mundo

Que se entrega por prazer

Mas num beijo mais profundo

Então é que vais saber

 

Se eu não vejo mais ninguém

Se tudo em ti é perfeito

Acredito que é por bem

Todo o mal que me tens feito

 

 

 

Letra: Mote– Tristão da Silva / Glosa: Marco Oliveira

Música: Ricardo Rocha (Fado Madre de Deus)

2014 JamSession © All rights reserved.