Novembro

 

 

No vazio entardecer

Demorando até perder

A vontade ainda de salvar

O sol que já não quer ficar

 

 

Singular desilusão

Dor

Diluída na canção

Para esquecer que o amor tem afinal

Um sopro final e é só

 

 

Vem

Chegou Novembro, o dia clareou

Tanto amor que se gastou

Vem

Que até ao fim será preciso arder

De tanto amar hei-de morrer

 

 

No vazio entardecer

Demorando até perder

 

 

Novembro hás-de esquecer

Sei que hei-de esquecer

Tão só

 

 

 

 

Letra: Ana Sofia Paiva

Música: Marco Oliveira

2014 JamSession © All rights reserved.